Pular para o conteúdo principal

É pecado jogar jogos de azar?


poker cartas fichas

Jogos de azar têm feito parte da vida de muitas pessoas, trazendo a elas diversão, riqueza, mas também problemas financeiros. E o que será que a Bíblia diz sobre essa prática?

A Bíblia não fala especificamente sobre jogos de azar. O único assunto mais próximo tratado na Bíblia é o lançamento de sortes, que consistia em lançar objetos para ver o que a sorte iria determinar. Essa prática era usada quando as pessoas queriam tomar uma decisão ou até mesmo descobrir o culpado de uma determinada situação, como você pode conferir nas seguintes passagens:

"Então eles apresentaram dois homens: José, chamado Bársabas e apelidado o Justo, e também Matias. Em seguida fizeram esta oração: 'Senhor, tu conheces o coração de todos. Mostra-nos qual destes dois tu escolheste para ocupar, no serviço do apostolado, o lugar que Judas abandonou para seguir o seu destino.' Então tiraram a sorte entre os dois. E a sorte caiu em Matias, que foi juntado ao número dos onze apóstolos" (Atos 1:23-26; Bíblia Pastoral).

"E eles diziam uns aos outros: 'Vinde, lancemos sortes para saber por causa de quem nos acontece esta desgraça'. Eles lançaram as sortes a sorte caiu sobre Jonas" (Jonas 1,7; Bíblia de Jerusalém).

Segundo à própria Bíblia, as respostas desses lançamentos não vêm do acaso, mas sim de Deus, veja:

"A sorte é lançada no colo, mas a decisão vem do Senhor" (Provérbios 16,33; Nova Versão Internacional).

Embora esse lançamento de sortes narrado na Bíblia não seja exatamente um jogo, ele envolve um item em comum com os jogos de azar: a sorte. E assim como Deus interagia diretamente no resultado do lançamento de sortes, é possível que ele também interaja hoje no resultado dos jogos de azar, principalmente naqueles que envolvem um prêmio muito alto. Afinal, trata-se de uma situação que pode mudar a vida de uma pessoa e de toda a sua família. Aquela ideia de que Deus não se envolve em jogo não é necessariamente verdade. Mas ainda nos resta a pergunta: será que Deus aprova jogos de azar?

Depende da situação. Por exemplo: com certeza ele não aprova a pessoa que se vicia no jogo a ponto de se prejudicar financeiramente. Muitas vezes, é um pai de família que se vicia e acaba prejudicando não só a si mesmo, mas também a sua família inteira. Eu nem preciso mostrar alguma passagem bíblica que condene esse tipo de atitude. 

No entanto, não há nenhuma passagem que dê a entender que seja pecado apostar dinheiro num jogo de azar sem se prejudicar financeiramente. Também não há nenhuma passagem que dê a entender que um dinheiro ganho em um jogo de azar não seja abençoado.

Mas alguns usam as seguintes passagens para tentar provar que Deus condena o ato de jogar apostando dinheiro:

"O homem leal terá muitas bençãos, mas quem se apressa para se enriquecer não fica impune" (Provérbios 28,20; Bíblia de Jerusalém).

"A riqueza adquirida às pressas diminuíra; mas quem a ajunta pouco a pouco terá aumento" (Provérbios 13,11; Almeida Revisada Imprensa Bíblica).

"Não te fatigues para enriqueceres; e não apliques nisso a tua sabedoria" (Provérbios 23,4; Almeida Corrigida e Fiel).

"Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram a si mesmas com muitos sofrimentos" (1 Timóteo 6,9-10; Nova Versão Internacional).

Acontece que essas passagens não estão condenando a tentativa de ganhar dinheiro em jogos de azar, mas sim o enriquecimento ilícito e o esforço desmedido para tentar ficar rico.

Conclusão

Jogar jogos de azar por diversão, sem apostar dinheiro, não é pecado, desde que os participantes disputem em harmonia, e não com brigas. E apostar dinheiro em jogos de azar também não é pecado, desde que essa aposta não prejudique a vida financeira do apostador.

É lógico que o ideal é que você evite apostar dinheiro nesses jogos. Afinal, a chance de você perder é muito grande. Portanto, se você decidir apostar, aposte apenas pequenos valores. E mesmo que você tenha condições de apostar uma quantia alta, aposte uma quantia pequena, pois Deus não ficaria nada contente vendo você desperdiçar uma alta quantia de dinheiro em um jogo de azar, em vez de usá-lo para ajudar quem precisa.

E você? Já conhecia essa abordagem bíblica sobre os jogos de azar? Deixe seu comentário abaixo. Terei prazer em respondê-lo.

Quer aprender mais sobre a Bíblia? Inscreva-se e receba os novos artigos diretamente no seu e-mail! Você precisará clicar no link que será enviado para seu e-mail para ativar sua inscrição.

Comentários

Artigos mais lidos deste blog

Deus castiga?

Um grande engano de muitas pessoas é achar que Deus não castiga ninguém. Essas pessoas alegam que Deus não castiga porque ele é amor, e que na verdade tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
É verdade que muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações, mas, de qualquer maneira, Deus permite que essas pessoas sofram essas consequências, e só essa permissão já pode ser considerada um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando…

É pecado comer carne de porco?

A Bíblia diz que é pecado comer carne de porco. Aliás, não só porco, mas também camarão, lagosta, lula, ostra e qualquer um dos outros seres vivos citados na passagens bíblicas de Levítico 11 e Deuteronômio 14 como seres que não devemos comer. Veja um dos trechos que nos proíbem de comer carne de porco:
"Tereis com impuro o porco porque, apesar de ter o casco fendido, partido e duas unhas, não rumina. Não comereis da carne deles nem tocareis o seu cadáver, e vós os tereis como impuros" (Levítico 11,7-8; Bíblia de Jerusalém. A mesma proibição encontra-se também em Deuteronômio 14,8). 
Além de a Bíblia proibir o consumo da carne de porco na passagem que acabei de citar, a seguinte passagem também deixa claro que Deus detesta que as pessoas comam carne de porco:
"Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por caminho, que não é bom, após os seus pensamentos; povo que de contínuo me irrita diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sob…

A Lei do Velho Testamento foi abolida?

Muitas pessoas alegam que não precisamos cumprir mais nada da Lei de Moisés, e que só devemos cumprir o que está no Novo Testamento, porque, segundo elas, Jesus aboliu a Lei de Moisés. No entanto, eu vou mostrar neste artigo que não é bem isso o que a Bíblia diz.
Essas pessoas se apoiam principalmente nas seguintes passagens escritas pelo apóstolo Paulo:
"Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar e…