Pular para o conteúdo principal

O que significa temer a Deus?


o que significa temer a deus

Muitas pessoas acreditam que temer a Deus não significa ter medo dele, mas sim ter um profundo respeito e reverência por ele. Elas alegam que, como Deus é amor, não há motivo para termos medo dele. Mas será que é isso mesmo o que a Bíblia ensina?

Essas pessoas gostam de usar a seguinte passagem para provar que não devemos ter medo de Deus:

"No amor não há temor, antes o perfeito amor lança fora o temor; porque o temor tem consigo a pena, e o que teme não é perfeito em amor" (1 João 4,18; Almeida Corrigida e Fiel).

Acontece que essa passagem não está se referindo ao temor a Deus que os fiéis possuem, mas sim ao temor que os infiéis sentem de ser condenados, ou seja, o temor da condenação. Os justos não têm esse tipo de medo porque eles creem que serão salvos pela sua fé e obediência, mas eles têm medo de Deus, porque eles sabem que se eles não lhe obedecerem, eles também poderão ser condenados.

Existem várias passagens da Bíblia provando claramente que devemos sim ter medo de Deus. Veja algumas delas:

"Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno" (Mateus 10,28; Nova Versão Internacional).

Veja que conselho claro de Jesus nos orientando a não ter medo de assassinos, mas sim de Deus. Ou seja, devemos ter mais medo de Deus do que de assassinos, porque Deus pode fazer um mal muito maior a nós: ele pode destruir nosso corpo e nossa alma no inferno! É isso mesmo, Deus não fica só passando a mão amorosamente na cabeça das pessoas. Ele também pode destruí-las completamente caso elas insistam em pecar.

Alguns ainda podem insistir que nessa passagem Jesus não está nos orientando a ter medo de Deus, mas sim a ter um profundo respeito por ele devido ao seu grande poder. Acontece que essa interpretação não se encaixa corretamente na passagem, pois teríamos que interpretar o texto da seguinte maneira:

"Não tenham um profundo respeito por aqueles que matam o corpo, mas tenham um profundo respeito por aquele que pode arruinar o corpo e a alma no inferno".

Isso não faria nenhum sentido, já que em geral as pessoas não têm respeito por assassinos, mas sim medo deles. Portanto, nessa passagem Jesus está falando sobre o ato de ter medo, e não sobre o ato de ter respeito.

Enfim, se você continua acreditando que não devemos ter medo de Deus mesmo após ler essa passagem bíblica, saiba que você está discordando do próprio Jesus.

Agora veja a seguinte passagem:

"Ao Senhor dos Exércitos é que vocês devem considerar santo, a ele é que vocês devem temer, dele é que vocês devem ter pavor" (Isaías 8,13; Nova Versão Internacional).

Essa passagem diz claramente que nós devemos temer a Deus e ter pavor dele. Só falta agora alguns alegarem que pavor nesse caso também significa um profundo respeito!

Agora vamos analisar uma terceira passagem:

"É terrível cair nas mãos do Deus vivo" (Hebreus 10,31; Edição Pastoral).

E agora? Como assim é terrível cair nas mãos de Deus sendo que, segundo algumas pessoas, não devemos ter medo dele? A verdade é que essa passagem também prova que devemos ter medo de Deus e ainda reforça o conselho de Jesus: temos que ter mais medo de Deus do que de assassinos.

E agora veja essa outra passagem:

"Portanto, já que estamos recebendo um Reino inabalável, sejamos agradecidos e, assim, adoremos a Deus de modo aceitável, com reverência e temor, pois o nosso 'Deus é fogo consumidor!" (Hebreus 12,28-29; Nova Versão Internacional).

Essa é uma outra passagem que associa o temor a Deus a um medo que devemos sentir dele. O final da passagem enfatiza que devemos adorar a Deus com temor, isto é, com medo, pois ele é um fogo consumidor. Afinal, se não tivéssemos que ter medo de Deus, por que essa passagem diria que ele é um fogo consumidor?

Deus quer que as pessoas tenham medo de desobedecê-lo 

O próprio Deus, ao instituir os castigos que ele queria que fossem aplicados aos que desobedecessem seus mandamentos, deixou claro que esses castigos serviriam para deixar as outras pessoas com medo, e assim elas não ousariam praticar o mesmo pecado, veja:

"Se seu irmão, filho de seu pai ou de sua mãe, ou seu filho, sua filha, ou a esposa que repousa em seus braços, ou o amigo íntimo quiser seduzir você secretamente, convidando: ‘Vamos servir outros deuses’ (deuses que nem você nem seus antepassados conheceram, deuses de povos vizinhos, próximos ou distantes de você, de uma extremidade da terra à outra), não faça caso, nem dê ouvidos. Não tenha piedade dele, não use de compaixão, nem esconda o erro dele. Pelo contrário: você deverá matá-lo. E para matá-lo, sua mão será a primeira. Em seguida, a mão de todo o povo. Apedreje-o até que morra, pois tentou afastar você de Javé seu Deus, que o tirou do Egito, da casa da escravidão. E todo o Israel ouvirá, ficará com medo, e nunca mais se fará em seu meio uma ação má como essa" (Deuteronômio 13,7-12; Edição Pastoral).

"O homem que agir com presunção, não obedecendo ao sacerdote, que está ali para servir a Iahweh teu Deus, nem ao juiz, tal homem deverá ser morto. Deste modo extirparás o mal de Israel, e, ouvindo, todo o povo temerá e nunca mais agirá com presunção" (Deuteronômio 17,12-13; Bíblia de Jerusalém).

"Se uma testemunha falsa quiser acusar um homem de algum crime, os dois envolvidos na questão deverão apresentar-se ao Senhor, diante dos sacerdotes e juízes que estiverem exercendo o cargo naquela ocasião. Os juízes investigarão o caso e, se ficar provado que a testemunha mentiu e deu falso testemunho contra o seu próximo, deem-lhe a punição que ele planejava para o seu irmão. Eliminem o mal do meio de vocês. O restante do povo saberá disso e terá medo, e nunca mais se fará uma coisa dessas entre vocês" (Deuteronômio 19,16-20; Nova Versão Internacional).

Portanto, quem diz que Deus não quer ser obedecido na base no medo está mentindo.

Conclusão

Temer a Deus significa ter medo dele, ter medo de desobedecê-lo. Esse medo faz com que a gente fique sem coragem de pecar. O que algumas pessoas precisam entender é que, apesar de Deus ser amor, ele também é justiça, isto é, ele não deixa sem punição aqueles que insistem em se manter no pecado. No artigo "Deus castiga?" você pode aprender mais sobre esse assunto.

E você? Já sabia que temer a Deus significa ter medo dele? Deixe seu comentário abaixo. Terei prazer em respondê-lo.

Quer aprender mais sobre a Bíblia? Inscreva-se e receba os novos artigos diretamente no seu e-mail! Você precisará clicar no link que será enviado para seu e-mail para ativar sua inscrição.

Comentários

Artigos mais lidos deste blog

Deus castiga?

Um grande engano de muitas pessoas é achar que Deus não castiga ninguém. Essas pessoas alegam que Deus não castiga porque ele é amor, e que na verdade tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
É verdade que muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações, mas, de qualquer maneira, Deus permite que essas pessoas sofram essas consequências, e só essa permissão já pode ser considerada um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando…

É pecado comer carne de porco?

A Bíblia diz que é pecado comer carne de porco. Aliás, não só porco, mas também camarão, lagosta, lula, ostra e qualquer um dos outros seres vivos citados na passagens bíblicas de Levítico 11 e Deuteronômio 14 como seres que não devemos comer. Veja um dos trechos que nos proíbem de comer carne de porco:
"Tereis com impuro o porco porque, apesar de ter o casco fendido, partido e duas unhas, não rumina. Não comereis da carne deles nem tocareis o seu cadáver, e vós os tereis como impuros" (Levítico 11,7-8; Bíblia de Jerusalém. A mesma proibição encontra-se também em Deuteronômio 14,8). 
Além de a Bíblia proibir o consumo da carne de porco na passagem que acabei de citar, a seguinte passagem também deixa claro que Deus detesta que as pessoas comam carne de porco:
"Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por caminho, que não é bom, após os seus pensamentos; povo que de contínuo me irrita diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sob…

A Lei do Velho Testamento foi abolida?

Muitas pessoas alegam que não precisamos cumprir mais nada da Lei de Moisés, e que só devemos cumprir o que está no Novo Testamento, porque, segundo elas, Jesus aboliu a Lei de Moisés. No entanto, eu vou mostrar neste artigo que não é bem isso o que a Bíblia diz.
Essas pessoas se apoiam principalmente nas seguintes passagens escritas pelo apóstolo Paulo:
"Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar e…