Pular para o conteúdo principal

Como obter realmente o perdão de Deus?


perdao de deus

Muitos fiéis acreditam que Deus sempre perdoa aqueles que se arrependem de seus pecados, desde que esse arrependimento seja sincero. Mas será que é isso mesmo o que a Bíblia ensina?

Na verdade, não. Segundo a Bíblia, não basta um arrependimento sincero de nossa parte para recebermos o perdão divino, é preciso também que nós perdoemos aqueles que nos fazem mal. Caso contrário, Deus não nos perdoará. Quem nos ensinou isso foi nosso mestre Jesus, veja:

"Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas" (Mateus 6,14-15; Nova Versão Internacional).

Isso é totalmente justo da parte de Deus. Afinal, como é que alguém que não perdoa seu próximo tem a audácia de pedir perdão a Deus? Você acha certo alguém que não tem misericórdia dos outros se atrever a pedir misericórdia a Deus? Além disso, como Jesus bem nos alertou em Mateus 7,12, devemos fazer aos outros tudo aquilo que queremos que os outros façam a nós. Ou seja, se queremos ser perdoados, também devemos perdoar.

Portanto, se você guarda rancor das pessoas que lhe fazem mal, e quando elas lhe pedem perdão você não as perdoa, fique sabendo que nem adianta você pedir perdão a Deus pelos seus pecados, pois ele não perdoará você.

Jesus falou mais sobre esse assunto em uma parábola, cujo final revela um fim terrível para aqueles que não perdoam o próximo, veja:

"Pedro aproximou-se de Jesus, e perguntou: 'Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?' Jesus respondeu: 'Não lhe digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete. Porque o Reino do Céu é como um rei que resolveu acertar as contas com seus empregados. Quando começou o acerto, levaram a ele um que devia dez mil talentos. Como o empregado não tinha com que pagar, o patrão mandou que fosse vendido como escravo, junto com a mulher e os filhos e tudo o que possuía, para que pagasse a dívida. O empregado, porém, caiu aos pés do patrão e, ajoelhado, suplicava: 'Dá-me um prazo. E eu te pagarei tudo'. Diante disso, o patrão teve compaixão, soltou o empregado, e lhe perdoou a dívida. Ao sair daí, esse empregado encontrou um de seus companheiros que lhe devia cem moedas de prata. Ele o agarrou, e começou a sufocá-lo, dizendo: 'Pague logo o que me deve'. O companheiro, caindo aos seus pés, suplicava: 'Dê-me um prazo, e eu pagarei a você'. Mas o empregado não quis saber disso. Saiu e mandou jogá-lo na prisão, até que pagasse o que devia. Vendo o que havia acontecido, os outros empregados ficaram muito tristes, procuraram o patrão, e lhe contaram tudo. O patrão mandou chamar o empregado, e lhe disse: 'Empregado miserável! Eu lhe perdoei toda a sua dívida, porque você me suplicou. E você, não devia também ter compaixão do seu companheiro, como eu tive de você?' O patrão indignou-se, e mandou entregar esse empregado aos torturadores, até que pagasse toda a sua dívida. É assim que fará com vocês o meu Pai que está no céu, se cada um não perdoar de coração ao seu irmão" (Mateus 18,21-35; Bíblia Pastoral).

Você reparou bem o que Jesus disse no final da parábola? Deus fará com aqueles que não perdoam o próximo o mesmo que o patrão da parábola fez com seu servo impiedoso. E o que esse patrão fez com esse servo? Ele o entregou nas mãos dos torturadores até que ele pagasse tudo o que ele devia. Ou seja, se Deus fará a mesma coisa, isso significa que ele mandará as pessoas que não perdoam o próximo ao inferno para que elas sejam torturadas até que elas paguem por todos os seus pecados. No artigo "O inferno existe?" você pode aprender mais sobre a existência do inferno.

É importante ressaltar que se você não perdoa seu próximo você também não pode orar o Pai Nosso, pois você estaria mentindo e sendo hipócrita perante Deus ao dizer: "Perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores". No artigo "Os cristãos precisam orar o Pai Nosso?" você pode aprender mais sobre o dever de orar o Pai Nosso.

Portanto, se você quer ser perdoado por Deus e quer poder orar com consciência limpa a oração que Jesus nos ensinou, arrependa-se de seus pecados com sinceridade, pare de guardar rancor e perdoe aqueles que lhe pedem perdão. Essas sãos as condições para você receber o perdão de Deus. Se você respeitá-las, você pode ter certeza que você será perdoado.

O pecado imperdoável

Jesus nos ensinou que existe um pecado que Deus jamais perdoará, nem nesse mundo e nem no mundo futuro: a blasfêmia contra o Espírito Santo. No artigo "O que significa blasfemar contra o Espírito Santo?" você encontra a análise completa sobre esse pecado.

E você? Já sabia que para sermos perdoados por Deus devemos primeiramente perdoar o próximo? Deixe seu comentário. Será um prazer respondê-lo.

Quer aprender mais sobre a Bíblia? Inscreva-se e receba os novos artigos diretamente no seu e-mail! Você precisará clicar no link que será enviado para seu e-mail para ativar sua inscrição.

Comentários

  1. Então Deus quer que perdoemos as pessoas,então porque não perdoa os demônios e o diabo? Seria justo perdoar o diabo depois de tudo que ele fez a humanidade?Dizem que Deus não perdoa Satanás porque ele não se arrepende e não quer,Bruno o que acha sobre esses assuntos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, a Bíblia não diz absolutamente nada sobre Deus perdoar Satanás e seus demônios, mas Jesus deixou claro que aqueles que blasfemaram contra o Espírito Santo de Deus, isto é, aqueles que xingaram a Deus, jamais serão perdoados. É bem provável que Satanás e todos os demônios já tenham xingado a Deus em algum momento, e se isso realmente tiver acontecido eles nunca serão perdoados.

      Excluir

Postar um comentário



Os autores dos comentários são os responsáveis por suas opiniões, e elas não representam necessariamente a opinião deste blog. Não serão publicados comentários que:

- contenham trechos copiados de outros sites.
- não tenham relação com o artigo.
- sejam incompreensíveis.
- contenham palavrões, xingamentos ou blasfêmias contra Deus.

Se quiser fazer uma pergunta ou comentário sobre outro assunto, acesse o menu no topo da página.

Artigos mais lidos deste blog

Deus castiga?

Um grande engano de muitas pessoas é achar que Deus não castiga ninguém. Essas pessoas alegam que Deus não castiga porque ele é amor, e que na verdade tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
É verdade que muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações, mas, de qualquer maneira, Deus permite que essas pessoas sofram essas consequências, e só essa permissão já pode ser considerada um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando…

É pecado comer carne de porco?

A Bíblia diz que é pecado comer carne de porco. Aliás, não só porco, mas também camarão, lagosta, lula, ostra e qualquer um dos outros seres vivos citados na passagens bíblicas de Levítico 11 e Deuteronômio 14 como seres que não devemos comer. Veja um dos trechos que nos proíbem de comer carne de porco:
"Tereis com impuro o porco porque, apesar de ter o casco fendido, partido e duas unhas, não rumina. Não comereis da carne deles nem tocareis o seu cadáver, e vós os tereis como impuros" (Levítico 11,7-8; Bíblia de Jerusalém. A mesma proibição encontra-se também em Deuteronômio 14,8). 
Além de a Bíblia proibir o consumo da carne de porco na passagem que acabei de citar, a seguinte passagem também deixa claro que Deus detesta que as pessoas comam carne de porco:
"Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por caminho, que não é bom, após os seus pensamentos; povo que de contínuo me irrita diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sob…

A Lei do Velho Testamento foi abolida?

Muitas pessoas alegam que não precisamos cumprir mais nada da Lei de Moisés, e que só devemos cumprir o que está no Novo Testamento, porque, segundo elas, Jesus aboliu a Lei de Moisés. No entanto, eu vou mostrar neste artigo que não é bem isso o que a Bíblia diz.
Essas pessoas se apoiam principalmente nas seguintes passagens escritas pelo apóstolo Paulo:
"Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar e…