Pular para o conteúdo principal

Sobre o autor



Meu nome é Bruno Dimitrius, sou casado e tenho duas filhas. Apesar de já ter sido um católico dedicado, hoje não pertenço a nenhuma religião, pois eu não encontrei alguma que em minha opinião siga perfeitamente os mandamentos de Deus. Desde a minha infância tenho estudado demais a Bíblia, é meu livro favorito. Acredito em Javé, o Deus da Bíblia, e em seu filho Jesus, e procuro seguir os mandamentos. Amo falar sobre Deus e principalmente sobre os mandamentos dele. A Bíblia diz em Hebreus 10,25 que não devemos abandonar a reunião religiosa, mas essa reunião que ela fala se refere à reunião das primeiras igrejas cristãs, as quais tinham líderes e apóstolos que ensinavam a verdadeira vontade de Deus, sem ganância, e que tinham autoridade e poder divinos para batizar com o Espírito Santo através de imposição das mãos, e que tinham autoridade também para batizar com água. Eram igrejas repletas de dons do Espírito Santo. Muitos fiéis falavam línguas estrangeiras sem nunca tê-las aprendido, e com isso, eram capazes de pregar o evangelho para pessoas de várias nações. Outros fiéis tinham o dom de interpretar essas línguas para quem não as entendia. Outros tinham o dom da cura, outros, o da profecia, e outros, o do ensino. Ao meu ver, essas igrejas não existem mais. Por isso, eu me reúno em minha própria casa com minha esposa. Aliás, Jesus disse em Mateus 18,20 que onde dois ou três estiverem reunidos em nome dele, ele estará lá. Enfim, o que Deus mais quer é que nós cumpramos os seus mandamentos e tenhamos fé em seu filho Jesus.



Artigos mais lidos deste blog

Deus castiga?

Um grande engano de muitas pessoas é achar que Deus não castiga ninguém. Essas pessoas alegam que Deus não castiga porque ele é amor, e que na verdade tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
É verdade que muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações, mas, de qualquer maneira, Deus permite que essas pessoas sofram essas consequências, e só essa permissão já pode ser considerada um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando…

É pecado comer carne de porco?

A Bíblia diz que é pecado comer carne de porco. Aliás, não só porco, mas também camarão, lagosta, lula, ostra e qualquer um dos outros seres vivos citados na passagens bíblicas de Levítico 11 e Deuteronômio 14 como seres que não devemos comer. Veja um dos trechos que nos proíbem de comer carne de porco:
"Tereis com impuro o porco porque, apesar de ter o casco fendido, partido e duas unhas, não rumina. Não comereis da carne deles nem tocareis o seu cadáver, e vós os tereis como impuros" (Levítico 11,7-8; Bíblia de Jerusalém. A mesma proibição encontra-se também em Deuteronômio 14,8). 
Além de a Bíblia proibir o consumo da carne de porco na passagem que acabei de citar, a seguinte passagem também deixa claro que Deus detesta que as pessoas comam carne de porco:
"Estendi as minhas mãos o dia todo a um povo rebelde, que anda por caminho, que não é bom, após os seus pensamentos; povo que de contínuo me irrita diante da minha face, sacrificando em jardins e queimando incenso sob…

A Lei do Velho Testamento foi abolida?

Muitas pessoas alegam que não precisamos cumprir mais nada da Lei de Moisés, e que só devemos cumprir o que está no Novo Testamento, porque, segundo elas, Jesus aboliu a Lei de Moisés. No entanto, eu vou mostrar neste artigo que não é bem isso o que a Bíblia diz.
Essas pessoas se apoiam principalmente nas seguintes passagens escritas pelo apóstolo Paulo:
"Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens; que naquele tempo estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel, e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo. Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto. Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar e…