O Espírito Santo é Deus?


Sim, o Espírito Santo é o próprio Deus Todo-Poderoso, o Pai. Mas será que todas as religiões concordam com isso?

Não. As Testemunhas de Jeová, por exemplo, ensinam que o Espírito Santo não é Deus, mas que ele é apenas a força ativa de Deus (A Sentinela - edição de 1/10/2010 - páginas de 26 a 28). Por outro lado, muitas religiões cristãs ensinam que o Espírito Santo é Deus, mas não exatamente o Deus Pai, e sim um Deus com sua própria personalidade. Para eles, o Espírito Santo é uma das pessoas da Trindade, a qual, segundo elas, é composta pelo Pai, pelo Filho e pelo Espírito Santo.

Mas o fato é que, analisando cuidadosamente a Bíblia, vemos que o Espírito Santo é o próprio Deus Pai. Uma das passagens mais esclarecedoras é aquela na qual Jesus diz que todas as ofensas serão perdoadas aos homens, exceto a blasfêmia contra o Espírito Santo (Lucas 12,10). Ao dizer isso, Jesus colocou o Espírito Santo como o ser mais importante que existe, pois somente a blasfêmia contra ele é que nunca será perdoada. Ora, o ser mais importante que existe só pode ser o Deus Pai.

Outra passagem esclarecedora é Atos 5,1-4. No versículo 3 dessa passagem vemos que Ananias mentiu para o Espírito Santo, e o versículo 4 confirma que, fazendo isso, ele mentiu para Deus. Portanto, o Espírito Santo é Deus. Aliás, se o Espírito Santo fosse simplesmente a força ativa de Deus, seria muito estranho concluir que Ananias mentiu para uma força.

Agora leia a seguinte passagem:

"Portanto, como diz o Espírito Santo: Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto. Onde vossos pais me tentaram, me provaram, e viram por quarenta anos as minhas obras. Por isso me indignei contra esta geração, e disse: Estes sempre erram em seu coração, e não conheceram os meus caminhos. Assim jurei na minha ira que não entrarão no meu repouso" (Almeida Corrigida e Fiel; Hebreus 3,7-11).

Se você ler Salmos 95,7-11 você verá que quem disse isso foi o próprio Deus Pai. Portanto, para o autor de Hebreus, o Espírito Santo era o próprio Deus Pai. O mesmo ocorre em Hebreus 10,15-17 comparado com Jeremias 31,33-34; e também em Atos 28,25-27 comparado com Isaías 6,9-10.

A passagem de 1 Coríntios 2,11 diz que só o Espírito de Deus sabe as coisas de Deus. Ora, Deus sabe todas as coisas (1 João 3,20). Portanto, o Espírito de Deus só pode ser o próprio Deus Pai. 

O Espírito Santo não é simplesmente uma força. Ele dava ordens aos apóstolos (Atos 13,2); tomava decisões com eles (Atos 15,28); fazia revelações a eles (Atos 20,23); os ensinava e os consolava (Lucas 12,12; João 14,26); se entristecia (Efésios 4,30; Isaías 63,10). Jesus confirmou que Deus é Espírito (João 4,24).

Alguns argumentam que o Espírito Santo não pode ser o próprio Deus Pai porque existe uma passagem afirmando que o Espírito intercede por nós, veja:

"E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. E aquele que examina os corações sabe qual é a intenção do Espírito; e é ele que segundo Deus intercede pelos santos" (Romanos 8,26-27; Almeida Corrigida e Revisada Fiel).

Acontece que nesse capítulo 8 de Romanos o apóstolo Paulo não fala apenas sobre o Espírito de Deus. Ele também fala sobre o Espírito de Cristo, veja:

"Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E, se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo" (Nova Versão Internacional; Romanos 8,9).

Portanto, nesse versículo 26 do capítulo 8 Paulo está se referindo ao Espírito de Cristo, e não ao Espírito de Deus Pai, pois logicamente Deus Pai não tem ninguém superior a si próprio para pedir intercessão por nós. Repare que o próprio versículo 27 faz a distinção entre aquele que examina os corações, que é Deus Pai, e o Espírito a que ele se refere, que é o de Cristo. Pois como diz a passagem de 1 Timóteo 2,5, existe um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo.

Portanto, como você pôde ver, o Espírito Santo é o próprio Deus Pai em espírito, e não parte de uma trindade. É através de seu Espírito Santo que Deus habita nos fiéis (1 Coríntios 3,16).

Comentários

  1. E pq chamalo de Espírito Santo?
    Pq entao batizar em nome do PAI, FILHO e do ESPIRITO SANTO?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os discípulos batizaram só em nome de JESUS,e não nessa falsa trindade...criada pela ICAR.

      Excluir
    2. Olá Gabriel, a Bíblia o chama de Espírito Santo porque ele é o Espírito do Deus Todo-Poderoso. É o Espírito mais santo que existe. E quanto ao batismo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, eu explico no seguinte link:

      https://www.ensinamentosdabiblia.com/2015/10/deus-e-uma-trindade.html

      Excluir
    3. Isso mesmo Mary, eu falo sobre isso no link que deixei acima.

      Excluir

Postar um comentário