Pular para o conteúdo principal

Deus não ama o pecador que não se arrepende



É comum nós ouvirmos pessoas dizerem que Deus odeia o pecado, mas ama o pecador. Porém, não é exatamente isso o que a Bíblia ensina.

A Bíblia deixa claríssimo que Deus detesta os pecadores, veja: 

"Tu não és um Deus que tenha prazer na injustiça; contigo o mal não pode habitar. Os arrogantes não são aceitos na tua presença; odeias todos os que praticam o mal. Destróis os mentirosos; os assassinos e os traiçoeiros o Senhor detesta" (Nova Versão Internacional; Salmos 5,4-6).

"Javé, porém, está no seu templo santo, Javé tem o seu trono no céu. Seus olhos contemplam o mundo, suas pupilas examinam os homens. Javé examina o justo e o injusto, ele odeia quem ama a violência; fará chover sobre os injustos brasas e enxofre, e um furacão violento. É a parte que lhes cabe. Porque Javé é justo e ama a justiça, e os corações retos contemplarão sua face" (Bíblia Edição Pastoral; Salmos 11,4-7).

"... pois o Senhor detesta o perverso, mas o justo é seu grande amigo" (Nova Versão Internacional; Provérbios 3,32).

"Javé detesta seis coisas, e a sétima ele abomina: olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, oração que maquina planos perversos, pés que correm para a maldade, testemunha falsa que profere mentiras, e aquele que semeia discórdia entre irmãos" (Bíblia Pastoral; Provérbios 6,16-19).

"Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro; nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao Senhor" (Deuteronômio 18,10-12; Almeida Corrigida e Fiel).

"Pois o seu Deus detesta quem faz essas coisas, quem negocia desonestamente" (Deuteronômio 25,16; Nova Versão Internacional).

No entanto, uma única passagem, João 3,16, diz que Deus amou o mundo. Se ele amou o mundo, podemos entender que ele amou todo mundo, inclusive os pecadores, talvez seja daí que algumas pessoas chegam à conclusão de que Deus ama o pecador, mas veja bem, a passagem não diz que Deus ama os pecadores, mas sim que ele os amou, isso já é passado, ele fez isso uma única vez ao entregar seu filho Jesus para salvá-los. No entanto, há pecadores que não se arrependem mesmo depois de saber que Jesus morreu inocentemente para pagar a culpa deles. Estes pecadores sem dúvida são odiados por Deus, como vimos nas passagens que mostrei.

Mas é importante deixar claro que é bom até mesmo para com os ingratos e maus, e ele também é misericordioso, e está pronto para perdoar os pecadores que se arrependerem (Lucas 6,35; Ezequiel 18,21-24; Ezequiel 33,11; Salmos 86,5; Isaías 55,7).

Comentários

  1. Sabe eu estou com uma dúvida eu andei pesquisando descobri que Caim era filho de Eva ,mas que como Lilith ela teria teria tido relações com um demonio e a raça humana ficou dividida filhos de demonios e filhos de Deus descendencia de Adão,que Cam filho de Nóe que debochou da nudez do seu pai enquanto estava embriagado e ele teria sido da descendencia demoniaca é possivel que Deus salve algum filho dessa linhagem?Todos os filhos do diabo seriam maus?Não pode haver execeções? ou ele só dá oportunidade de salvação aos filhos de Adão? Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo, tudo é possível para Deus, ele pode salvar quem ele quiser.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O grave pecado do sexo no período menstrual

Fazer sexo durante o período menstrual é um pecado grave. Deus instituiu uma lei proibindo essa prática, veja:
"Não se aproxime de uma mulher para se envolver sexualmente com ela quando ela estiver na impureza da sua menstruação" 
(Levítico 18:19; Nova Versão Internacional).
Deus chegou até a determinar a pena de morte para os casais que fizessem sexo durante a menstruação, veja:
"Se um homem dormir com uma mulher durante a menstruação, e tiver relações sexuais, descobrindo a fonte do sangue, os dois serão eliminados do seu povo"
(Levítico 20:18; Edição Pastoral).
Embora a pena de morte por esse pecado não seja mais aplicada da forma como era aplicada nos tempos bíblicos, Deus ainda pode aplicá-la hoje em dia por meio de doenças ou outras tragédias. Portanto, nós devemos tomar muito cuidado para não cometermos esse pecado grave.

Mesmo assim, muitos casais cristãos não veem problema algum em ter relações sexuais durante o período menstrual, inclusive vários médicos a…

Os mandamentos que devemos cumprir segundo a Bíblia

Ame a Deus com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todo o seu entendimento, e com todas as suas forças (Deuteronômio 6:5; Marcos 12:28-30).Não tenha outros deuses (Êxodo 20:3; 1 João 5:21).Não faça para você alguma imagem esculpida que represente um deus. Não se prostre diante dessas imagens e nem diante do Sol, da Lua e das estrelas, e não os sirva (Êxodo 20:4-5; Deuteronômio 4:19; 1 João 5:21).Não use o nome de Deus em vão, isto é, não use o nome de Deus para fazer um falso juramento ou para mentir, pois Deus não considerará inocente aquele que usar seu nome em vão. É importante notar que o nome de Deus não é "Deus", mas sim Javé. No entanto, mesmo que você faça um falso juramento sem usar especificamente o nome de Javé, dizendo, por exemplo, "Juro por Deus que vou fazer isso" ou "Juro por Deus que isso aconteceu", e você estiver mentindo, você ainda assim seria culpado, pois você estaria se referindo a Javé. De qualquer forma, Jesus nos ac…

Deus castiga sim

Muitas pessoas acham que Deus não castiga ninguém porque ele é amor, e que tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
No entanto, o que essas pessoas não consideram é que o fato de Deus permitir que as pessoas sofram as consequências de suas más ações já pode ser considerado um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando na calçada cuidadosamente quando de repente um carro desgovernado a atropela; uma pessoa está dirigindo atentamente um carro quando de repente uma árvo…