Pular para o conteúdo principal

O pecado de consultar horóscopo, astrologia, tarô e outras práticas semelhantes



Muitas pessoas adoram ler horóscopo, estudar astrologia, amam saber o que vai acontecer de bom ou ruim nos seus relacionamentos, negócios etc. Também não são poucos os que recorrem ao tarô e a outras práticas para saber o futuro de suas vidas. Embora essas práticas pareçam inofensivas, Deus detesta todas elas. E a razão é simples: todas elas envolvem o pecado da adivinhação, isto é, todas elas buscam prever acontecimentos futuros na vida das pessoas.

A Bíblia é clara em mostrar que a adivinhação é pecado, veja:

"Não se dirijam aos necromantes, nem consultem adivinhos, porque eles tornariam vocês impuros. Eu sou Javé, o Deus de vocês" (Bíblia Pastoral; Levítico 19,31).

"Quando, pois, algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação, certamente morrerá; serão apedrejados; o seu sangue será sobre eles" (Almeida Corrigida e Fiel; Levítico 20,27).

"Quando entrares na terra que Iahweh teu Deus te dará, não aprendas a imitar as abominações daquelas nações. Que em teu meio não se encontre alguém que queime seu filho ou sua filha, nem que faça presságio, oráculo, adivinhação ou magia, ou que pratique encantamentos, que interrogue espíritos ou adivinhos, ou ainda que invoque os mortos; pois quem pratica essas coisas é abominável a Iahweh, e é por causa dessas abominações que Iahweh teu Deus as desalojará em teu favor" (Bíblia de Jerusalém; Deuteronômio 18,9-12).

A Bíblia condena claramente a astrologia e os horóscopos. Ela chega a tirar sarro dos que consultavam os astrólogos que existiam na Babilônia, e ainda prediz um fim horrível para estes, veja:

"Você se cansou de seus numerosos conselheiros: que se apresentem, então, e a salvem os astrólogos que observam as estrelas e a cada mês fazem prognósticos do que vai acontecer a você. Veja! Eles são como palha: o fogo os consome, e nenhum deles consegue livrar-se das chamas, pois não são brasas para aquecer, nem fogo para a gente sentar-se junto dele" (Bíblia Pastoral; Isaías 47,13-14).

Portanto, se você gosta dessas práticas que revelam previsões sobre seu futuro, comece a detestá-las, porque o próprio Deus as detesta.

Comentários

  1. A Astrologia é uma ciência divina, esses versos foram manipulados depois do Concílio de Nicéia. Nos apócrifos (livros retirados do compêndio da Bíblia) Enoque diz que os anjos ensinaram aos homens a Astrologia, por tanto, aprendidos de Deus. A própria Bíblia ensina em seus versos a fazer as cartas de Tarô. Estude mais sua religião, e não terá que odiar ciências divinas, mas sim, aprendê-las.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Esses versos foram manipulados depois do Concílio de Nicéia"

      Isso é sua opinião. Você tem provas disso?

      "Nos apócrifos (livros retirados do compêndio da Bíblia) Enoque diz que os anjos ensinaram aos homens a Astrologia, portanto, aprendidos de Deus"

      E quem disse que o que está escrito nos livros apócrifos deve ser levado a sério? Além disso, segundo o livro de Enoque, os anjos que ensinaram isso foram os anjos maus que se rebelaram contra Deus, e além da astrologia, eles ensinaram também magia, coisa que Deus detesta. Ou seja, a hipótese desses anjos terem ensinando astrologia não quer dizer que astrologia seja uma coisa aprovada por Deus. Senão teríamos que concordar que a magia também é aprovada por Deus.

      "A própria Bíblia ensina em seus versos a fazer as cartas de Tarô"

      Qual passagem da Bíblia ensina isso?

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O grave pecado do sexo no período menstrual

Fazer sexo durante o período menstrual é um pecado grave. Deus instituiu uma lei proibindo essa prática, veja:
"Não se aproxime de uma mulher para se envolver sexualmente com ela quando ela estiver na impureza da sua menstruação" 
(Levítico 18:19; Nova Versão Internacional).
Deus chegou até a determinar a pena de morte para os casais que fizessem sexo durante a menstruação, veja:
"Se um homem dormir com uma mulher durante a menstruação, e tiver relações sexuais, descobrindo a fonte do sangue, os dois serão eliminados do seu povo"
(Levítico 20:18; Edição Pastoral).
Embora a pena de morte por esse pecado não seja mais aplicada da forma como era aplicada nos tempos bíblicos, Deus ainda pode aplicá-la hoje em dia por meio de doenças ou outras tragédias. Portanto, nós devemos tomar muito cuidado para não cometermos esse pecado grave.

Mesmo assim, muitos casais cristãos não veem problema algum em ter relações sexuais durante o período menstrual, inclusive vários médicos a…

Os mandamentos que devemos cumprir segundo a Bíblia

Ame a Deus com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todo o seu entendimento, e com todas as suas forças (Deuteronômio 6:5; Marcos 12:28-30).Não tenha outros deuses (Êxodo 20:3; 1 João 5:21).Não faça para você alguma imagem esculpida que represente um deus. Não se prostre diante dessas imagens e nem diante do Sol, da Lua e das estrelas, e não os sirva (Êxodo 20:4-5; Deuteronômio 4:19; 1 João 5:21).Não use o nome de Deus em vão, isto é, não use o nome de Deus para fazer um falso juramento ou para mentir, pois Deus não considerará inocente aquele que usar seu nome em vão. É importante notar que o nome de Deus não é "Deus", mas sim Javé. No entanto, mesmo que você faça um falso juramento sem usar especificamente o nome de Javé, dizendo, por exemplo, "Juro por Deus que vou fazer isso" ou "Juro por Deus que isso aconteceu", e você estiver mentindo, você ainda assim seria culpado, pois você estaria se referindo a Javé. De qualquer forma, Jesus nos ac…

Deus castiga sim

Muitas pessoas acham que Deus não castiga ninguém porque ele é amor, e que tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
No entanto, o que essas pessoas não consideram é que o fato de Deus permitir que as pessoas sofram as consequências de suas más ações já pode ser considerado um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando na calçada cuidadosamente quando de repente um carro desgovernado a atropela; uma pessoa está dirigindo atentamente um carro quando de repente uma árvo…