Pular para o conteúdo principal

Fantasmas e espíritos existem sim



Na internet, há muitos documentários e relatos de pessoas que afirmaram ter visto algo que elas chamam de fantasmas ou espíritos. Alguns acreditam que esses seres são demônios que se manifestam para assustar e enganar as pessoas, mas a crença geral é a de que fantasmas e espíritos são almas de pessoas falecidas.

Minha esposa diz que se lembra perfeitamente quando ela viu um ser sobrenatural, foi a única vez que ela viu algo do tipo. Veja o relato dela:

“Certo dia, quando eu era mais jovem, e ainda estava morando com meus pais, eu passei pelo quarto deles e vi um vulto. Então, eu decidi voltar para a porta do quarto para ver melhor o que era aquilo. Assim que eu olhei para dentro do quarto, eu vi um ser parecido com um homem usando uma capa preta, com a cabeça coberta por um capuz, e com um cajado na mão. Eu não via os pés dele, ele estava flutuando no quarto de um lado para o outro. Eu fiquei paralisada olhando aquela cena, e quando eu pensei que ele poderia virar de frente para mim e vir em minha direção, eu saí correndo. Somente minha mãe e meus dois irmãos pequenos estavam em casa. Eles estavam assistindo televisão na sala e ela estava lavando a louça. Não voltei mais ao quarto e nem contei nada a minha mãe, pois achei que ela não iria acreditar.”

Você pode não acreditar nessa história, mas eu acredito. Afinal, por que minha esposa mentiria para mim? Ela nem gosta de relembrar esse episódio. Os relatos sobre aparição de fantasmas ou espíritos deveriam ser levados mais a sério. Eles são importantes para nos ajudar a concluir se esses seres sobrenaturais existem ou não. Mas afinal, o que a Bíblia tem a dizer sobre o assunto?

Em 1 Samuel 28,1-20 a Bíblia relata a aparição do espírito do profeta Samuel.  Alguns dizem que não foi Samuel quem apareceu, e sim um demônio se passando por ele, e que a profecia feita no relato não estava totalmente certa. No artigo "O dia em que o espírito do profeta Samuel apareceu para o rei Saul", eu mostro que foi realmente Samuel quem apareceu e que a profecia se cumpriu perfeitamente.

Como após a morte as almas das pessoas continuam a viver (Mateus 10,28), é possível que por algum motivo Deus permita que elas apareçam como fantasmas ou espíritos. Tanto é que quando os apóstolos viram Jesus andar sobre as águas, eles se assustaram achando que estavam vendo um fantasma (Mateus 14,25-26) e quando Jesus apareceu do nada no meio deles após sua ressurreição, eles também ficaram muito assustados pensando que estavam vendo um espírito (Lucas 24,36-39).

Portanto, se os apóstolos acharam que estavam vendo um fantasma e um espírito, é sinal que eles acreditavam nesses seres, e, levando em consideração os relatos sobre aparição de fantasmas e espíritos, podemos concluir que é bem possível que eles existam.

Visões de fantasmas e espíritos

Caso você já tenha visto ou ainda vê espíritos ou fantasmas, não fique achando que você está louco, e nem vá recorrer à religião espírita, pois Deus não aprova diversas práticas dessa religião​, e os espíritas adoram acolher pessoas como você para tentar convencê-lo​ de que você tem uma certa mediunidade ou que eles podem fazer você conviver em paz com essas suas visões. Não recorra também às igrejas evangélicas que acham que tudo o que acontece de ruim na sua vida é obra do demônio, pois elas vão alegar que você está possuído por algum espírito e vão querer levá-lo para ser supostamente exorcizado.

É importante ressaltar que acreditar em vida após a morte não é de maneira nenhuma estar de acordo com a doutrina espírita, mas é apenas ter uma visão semelhante (mas não igual) aos espíritas sobre vida após a morte. De qualquer forma, o pecado da doutrina espírita não é acreditar que as pessoas continuam vivendo como espíritos após a morte, mas sim acreditar que Deus não vê problema algum na comunicação com espíritos em geral. Nisso eles estão muito enganados, pois Deus condena severamente o contato com pessoas mortas ou outros espíritos, conforme Deuteronômio 18,9-12.

A verdade é que essas visões de espíritos e fantasmas podem ser castigos de Deus por você estar vivendo uma vida que desagrada a ele, ou até mesmo um teste para se saber se você vai recorrer ao espiritismo ou negará a fé em Deus após sofrer com essas visões.

Para você se livrar dessas visões, a primeira coisa que você deve fazer é ler atentamente o artigo "Os mandamentos que devemos cumprir segundo a Bíblia" e começar a cumprir imediatamente os mandamentos que você descobrir que você não está cumprindo. Depois, quando você estiver de fato fazendo a vontade de Deus, você irá pedir a ele para o livrar dessas visões. Se você seguir esses conselhos, você pode ter certeza que você vai parar de ser atormentado por essas visões.

Comentários

  1. Como tem essa certeza Bruno que é um castigo divino?Onde encontrou isso na bíblia?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, eu não disse que tenho certeza, eu disse que podem ser castigos. É apenas uma possibilidade. Só Deus sabe o real motivo.

      Excluir
  2. Boa noite, eu vi muitos vultos quando era criança (era totalmente puro) ate os 11 anos se não me engano (e me borrava de medo, claro). Porém, hoje que eu levo uma vida muito mais impura, felizmente nunca mais vi nenhum. Eu teria desagradado a Deus quando criança?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez sim. Se quando criança você já comia carne de porco, desobedecia seus pais ou praticava qualquer outro ato que desagradava a Deus, suas visões podem ter sido um castigo de Deus. Por outro lado, pode ser que tenha sido outro o motivo para Deus ter permitido você passar por isso, só ele sabe.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O grave pecado do sexo no período menstrual

Fazer sexo durante o período menstrual é um pecado grave. Deus instituiu uma lei proibindo essa prática, veja:
"Não se aproxime de uma mulher para se envolver sexualmente com ela quando ela estiver na impureza da sua menstruação" 
(Levítico 18:19; Nova Versão Internacional).
Deus chegou até a determinar a pena de morte para os casais que fizessem sexo durante a menstruação, veja:
"Se um homem dormir com uma mulher durante a menstruação, e tiver relações sexuais, descobrindo a fonte do sangue, os dois serão eliminados do seu povo"
(Levítico 20:18; Edição Pastoral).
Embora a pena de morte por esse pecado não seja mais aplicada da forma como era aplicada nos tempos bíblicos, Deus ainda pode aplicá-la hoje em dia por meio de doenças ou outras tragédias. Portanto, nós devemos tomar muito cuidado para não cometermos esse pecado grave.

Mesmo assim, muitos casais cristãos não veem problema algum em ter relações sexuais durante o período menstrual, inclusive vários médicos a…

Os mandamentos que devemos cumprir segundo a Bíblia

Ame a Deus com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todo o seu entendimento, e com todas as suas forças (Deuteronômio 6:5; Marcos 12:28-30).Não tenha outros deuses (Êxodo 20:3; 1 João 5:21).Não faça para você alguma imagem esculpida que represente um deus. Não se prostre diante dessas imagens e nem diante do Sol, da Lua e das estrelas, e não os sirva (Êxodo 20:4-5; Deuteronômio 4:19; 1 João 5:21).Não use o nome de Deus em vão, isto é, não use o nome de Deus para fazer um falso juramento ou para mentir, pois Deus não considerará inocente aquele que usar seu nome em vão. É importante notar que o nome de Deus não é "Deus", mas sim Javé. No entanto, mesmo que você faça um falso juramento sem usar especificamente o nome de Javé, dizendo, por exemplo, "Juro por Deus que vou fazer isso" ou "Juro por Deus que isso aconteceu", e você estiver mentindo, você ainda assim seria culpado, pois você estaria se referindo a Javé. De qualquer forma, Jesus nos ac…

Deus castiga sim

Muitas pessoas acham que Deus não castiga ninguém porque ele é amor, e que tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
No entanto, o que essas pessoas não consideram é que o fato de Deus permitir que as pessoas sofram as consequências de suas más ações já pode ser considerado um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando na calçada cuidadosamente quando de repente um carro desgovernado a atropela; uma pessoa está dirigindo atentamente um carro quando de repente uma árvo…