Pular para o conteúdo principal

Como obter realmente o perdão de Deus?



Muitos fiéis acreditam que Deus sempre perdoa aqueles que se arrependem de seus pecados, desde que esse arrependimento seja sincero. Mas será que é isso mesmo o que a Bíblia ensina?

Na verdade, não. Segundo a Bíblia, não basta um arrependimento sincero de nossa parte para recebermos o perdão divino, é preciso também que nós perdoemos aqueles que nos pedem perdão. Caso contrário, Deus não nos perdoará. Quem nos ensinou isso foi nosso mestre Jesus, veja:

"Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas" (Mateus 6,14-15; Nova Versão Internacional).

Isso é totalmente justo da parte de Deus, pois como Jesus bem nos alertou em Mateus 7,12, devemos fazer aos outros tudo aquilo que queremos que os outros façam a nós. Ou seja, se queremos ser perdoados, também devemos perdoar.

Portanto, se você guarda rancor das pessoas que lhe fazem mal, e quando elas lhe pedem perdão você não as perdoa, fique sabendo que nem adianta você pedir perdão a Deus pelos seus pecados, pois ele não perdoará você.


Jesus falou mais sobre esse assunto em uma parábola, cujo final revela um fim terrível para aqueles que não perdoam o próximo, veja:

"Pedro aproximou-se de Jesus, e perguntou: 'Senhor, quantas vezes devo perdoar, se meu irmão pecar contra mim? Até sete vezes?' Jesus respondeu: 'Não lhe digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete. Porque o Reino do Céu é como um rei que resolveu acertar as contas com seus empregados. Quando começou o acerto, levaram a ele um que devia dez mil talentos. Como o empregado não tinha com que pagar, o patrão mandou que fosse vendido como escravo, junto com a mulher e os filhos e tudo o que possuía, para que pagasse a dívida. O empregado, porém, caiu aos pés do patrão e, ajoelhado, suplicava: 'Dá-me um prazo. E eu te pagarei tudo'. Diante disso, o patrão teve compaixão, soltou o empregado, e lhe perdoou a dívida. Ao sair daí, esse empregado encontrou um de seus companheiros que lhe devia cem moedas de prata. Ele o agarrou, e começou a sufocá-lo, dizendo: 'Pague logo o que me deve'. O companheiro, caindo aos seus pés, suplicava: 'Dê-me um prazo, e eu pagarei a você'. Mas o empregado não quis saber disso. Saiu e mandou jogá-lo na prisão, até que pagasse o que devia. Vendo o que havia acontecido, os outros empregados ficaram muito tristes, procuraram o patrão, e lhe contaram tudo. O patrão mandou chamar o empregado, e lhe disse: 'Empregado miserável! Eu lhe perdoei toda a sua dívida, porque você me suplicou. E você, não devia também ter compaixão do seu companheiro, como eu tive de você?' O patrão indignou-se, e mandou entregar esse empregado aos torturadores, até que pagasse toda a sua dívida. É assim que fará com vocês o meu Pai que está no céu, se cada um não perdoar de coração ao seu irmão" (Mateus 18,21-35; Bíblia Pastoral).

Você reparou bem o que Jesus disse no final da parábola? Deus fará com aqueles que não perdoam o próximo o mesmo que o patrão da parábola fez com seu servo impiedoso. E o que esse patrão fez com esse servo? Ele o entregou nas mãos dos torturadores até que ele pagasse tudo o que ele devia. Ou seja, se Deus fará a mesma coisa, isso significa que ele mandará para o inferno as pessoas que não perdoam o próximo para que elas sejam torturadas até que elas paguem por todos os seus pecados. No artigo "O inferno existe?" você pode aprender mais sobre a existência do inferno.

É importante ressaltar que se você não perdoa seu próximo você também não pode orar o Pai Nosso, pois você estaria mentindo e sendo hipócrita perante Deus ao dizer: "Perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores". No artigo "Os cristãos precisam orar o Pai Nosso?" você pode aprender mais sobre o dever de orar o Pai Nosso.

Portanto, se você quer ser perdoado por Deus e quer poder orar com consciência limpa a oração que Jesus nos ensinou, arrependa-se de seus pecados com sinceridade, pare de guardar rancor e perdoe aqueles que lhe pedem perdão. Essas sãos as condições para você receber o perdão de Deus. Se você respeitá-las, você pode ter certeza que você será perdoado.

O pecado imperdoável

Jesus nos ensinou que existe um pecado que Deus jamais perdoará, nem nesse mundo e nem no mundo futuro: a blasfêmia contra o Espírito Santo. No artigo "O que significa blasfemar contra o Espírito Santo?" você encontra a análise completa sobre esse pecado.

Comentários

  1. Então Deus quer que perdoemos as pessoas,então porque não perdoa os demônios e o diabo? Seria justo perdoar o diabo depois de tudo que ele fez a humanidade?Dizem que Deus não perdoa Satanás porque ele não se arrepende e não quer,Bruno o que acha sobre esses assuntos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, a Bíblia não diz absolutamente nada sobre Deus perdoar Satanás e seus demônios, mas Jesus deixou claro que aqueles que blasfemaram contra o Espírito Santo de Deus, isto é, aqueles que xingaram a Deus, jamais serão perdoados. É bem provável que Satanás e todos os demônios já tenham xingado a Deus em algum momento, e se isso realmente tiver acontecido eles nunca serão perdoados.

      Excluir
  2. Bruno gostaria que vc citasse alguns versículos sobre as condições de ser perdoado por Deus que vc ainda não citou,porque Deus ignorou as orações dos israelitas em jeremias 14:12? Quando pecamos a Deus por algo grave e ele fica chateado devemos pedir perdão rápido ou esperar algum tempo que ele fique com menos raiva de nós? Como faço para compensa-lo e voltarmos a ser como antes? Obrigada pelas respostas Deus abençoe vc e sua família.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. "porque Deus ignorou as orações dos israelitas em jeremias 14:12?"

      Porque eles pecaram gravemente e não se arrependeram, nem se humilharam para mudar de comportamento e voltar a Deus.

      "Quando pecamos a Deus por algo grave e ele fica chateado devemos pedir perdão rápido ou esperar algum tempo que ele fique com menos raiva de nós?"

      Devemos pedir perdão o mais rápido possível, e não só isso, mas também devemos imediatamente abandonar as práticas pecaminosas. A ira de Deus não acaba com o passar do tempo, mas sim com nosso sincero arrependimento e mudança de comportamento.

      "Como faço para compensa-lo e voltarmos a ser como antes?"

      Basta você se arrepender sinceramente dos seus pecados e abandoná-los imediatamente, e começar a viver uma vida que agrada a Deus, pois nada é mais compensador pra Deus do que um filho que lhe obedece. Mas é sempre bom lembrar para sermos perdoados por Deus devemos ser pessoas misericordiosas, pessoas que perdoam aqueles que nos pedem perdão, pois senão Deus também não terá misericórdia de nós e não nos perdoará.

      Que Deus abençoe você e sua família também.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O grave pecado do sexo no período menstrual

Fazer sexo durante o período menstrual é um pecado grave. Deus instituiu uma lei proibindo essa prática, veja:
"Não se aproxime de uma mulher para se envolver sexualmente com ela quando ela estiver na impureza da sua menstruação" 
(Levítico 18:19; Nova Versão Internacional).
Deus chegou até a determinar a pena de morte para os casais que fizessem sexo durante a menstruação, veja:
"Se um homem dormir com uma mulher durante a menstruação, e tiver relações sexuais, descobrindo a fonte do sangue, os dois serão eliminados do seu povo"
(Levítico 20:18; Edição Pastoral).
Embora a pena de morte por esse pecado não seja mais aplicada da forma como era aplicada nos tempos bíblicos, Deus ainda pode aplicá-la hoje em dia por meio de doenças ou outras tragédias. Portanto, nós devemos tomar muito cuidado para não cometermos esse pecado grave.

Mesmo assim, muitos casais cristãos não veem problema algum em ter relações sexuais durante o período menstrual, inclusive vários médicos a…

Os mandamentos que devemos cumprir segundo a Bíblia

Ame a Deus com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todo o seu entendimento, e com todas as suas forças (Deuteronômio 6:5; Marcos 12:28-30).Não tenha outros deuses (Êxodo 20:3; 1 João 5:21).Não faça para você alguma imagem esculpida que represente um deus. Não se prostre diante dessas imagens e nem diante do Sol, da Lua e das estrelas, e não os sirva (Êxodo 20:4-5; Deuteronômio 4:19; 1 João 5:21).Não use o nome de Deus em vão, isto é, não use o nome de Deus para fazer um falso juramento ou para mentir, pois Deus não considerará inocente aquele que usar seu nome em vão. É importante notar que o nome de Deus não é "Deus", mas sim Javé. No entanto, mesmo que você faça um falso juramento sem usar especificamente o nome de Javé, dizendo, por exemplo, "Juro por Deus que vou fazer isso" ou "Juro por Deus que isso aconteceu", e você estiver mentindo, você ainda assim seria culpado, pois você estaria se referindo a Javé. De qualquer forma, Jesus nos ac…

Deus castiga sim

Muitas pessoas acham que Deus não castiga ninguém porque ele é amor, e que tudo de ruim que acontece com as pessoas são consequências lógicas de suas más ações.
Elas explicam que muitas pessoas adquirem câncer porque fumam muito, outras adquirem várias doenças porque se alimentam mal, outras sofrem acidentes porque se arriscam desnecessariamente, ou seja, não é Deus que está castigando essas pessoas, mas elas mesmas cometem maus atos que causam essas coisas ruins a elas.
No entanto, o que essas pessoas não consideram é que o fato de Deus permitir que as pessoas sofram as consequências de suas más ações já pode ser considerado um castigo dele, pois ele poderia livrá-las dessas consequências.
Além disso, muitas coisas ruins que acontecem com as pessoas não são consequências lógicas de suas más ações. Por exemplo: uma pessoa está andando na calçada cuidadosamente quando de repente um carro desgovernado a atropela; uma pessoa está dirigindo atentamente um carro quando de repente uma árvo…